Parceria Prefeitura-EDP Bandeirante conscientiza alunos da rede municipal sobre consumo de energia

Pelo oitavo ano seguido, alunos de sete escolas da rede municipal de Ensino de Itaquaquecetuba vão participar de mais uma etapa do projeto Boa Energia nas Escolas, promovido pela EDP, distribuidora de energia elétrica do Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo. Crianças e adolescentes do município aprenderão sobre o consumo consciente por meio de brincadeiras que estimulem o conhecimento.

Um caminhão adaptado para ser um laboratório sobre rodas receberá cerca de cinco mil estudantes da rede pública em dois períodos: entre os dias 12 e 24 de fevereiro e entre 27 e 31 de março. No espaço, eles aprenderão como a eletricidade chega a suas casas e o quanto cada aparelho consome de energia.

Para isso, participarão de experimentos, jogos e vídeos em 3D. Os monitores do projeto também dão dicas de economia e orientam os jovens a transmitir o conhecimento para seus amigos e familiares.

As escolas selecionadas para receber o projeto são: EM Jornalista Roberto Marinho, EM Prof. Paulo Nunes, EM José Marinho Ferreira, EM Orlando Bento da Silva, EM Vice Prefeito Juraci Marchioni, EM Vereador Augusto dos Santos e EM Vice Prefeito Alfredo Gonçalves Ferreira da Silva.

Na oitava edição do Boa Energia nas Escolas em Itaquaquecetuba, a ação que acontece a partir o dia 12 de fevereiro será a terceira etapa. Em setembro do ano passado, o coordenador de campo do projeto, Vanderlei Carriço, promoveu a etapa e sensibilização.

Em outubro, aconteceu a segunda fase, com a capacitação dos professores da rede, com a distribuição de cartilhas informativas e a realização de palestras sobre consumo consciente de eletricidade. O objetivo foi que preparar os docentes para atuarem como agentes multiplicadores em sala de aula e ajudar os estudantes a entenderem a importância do tema.

Importância

Para a secretária Municipal de Educação, Verônica Cosmo Barbosa, a realização do projeto é um momento impar para os alunos da rede municipal de Ensino: “Os alunos vibram com informações e experiências que estimulam o uso consciente e eficiente da energia e a mudança do hábito”.

Segundo ela, o projeto tem “contribuído muito para as questões relativas ao consumo racional de energia elétrica e para a mudança paradigmática dos alunos e dos familiares que participaram da ação”.

Relacionadas

Leave a Comment