Adolescente de Itaquá confessa autoria de ataques racistas à filha de Bruno Gagliasso

Segundo nota da Polícia Civil a adolescente achou que ficaria impune com um perfil falso.

Uma adolescente de 14 anos confessou ser um dos autores das ofensas à filha do casal Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro nesta terça-feira (20).

Segundo a delegada Daniela Terra, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) e coordenadora da Operação Gagliasso, dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos na cidade de Guarulhos e um em Itaquaquecetuba.

Entre as pessoas ouvidas está a adolescente de 14 anos que mora em Itaquá, ela afirmou ter criado um perfil falso em rede social para fazer as ofensas, “acreditando que assim ficaria impune”, segundo nota da Polícia Civil.

A operação continua tentando identificar outros envolvidos no crime. A adolescente não teve sua identidade revelada.

Relacionadas

Leave a Comment