BPM de Itaquá tem novo comandante e tráz novos projetos para diminuir a criminalidade

O major PM Anderson Caldeira (44) está na Polícia Militar há 27 anos. Foto: Jornal Popular
O major PM Anderson Caldeira (44) está na Polícia Militar há 27 anos. Foto: Jornal Popular

O 35º Batalhão da Polícia Militar (BPM) está sob um novo comando. O Major Anderson Caldeira, que antes exercia a função de sub-comandante do batalhão, que é responsável pelo patrulhamento na região de Itaquaquecetuba. O oficial irá substituir o tenente coronel Silvio Antão que está se aposentando.
Em entrevista ao Jornal Popular, Caldeira destacou uma série de projetos e medidas para diminuir os números de atos criminosos e conseqüentemente aumentar a sensação de segurança na cidade.

Entre os principais planos defendidos pelo oficial está uma maior participação da corporação junto aos comerciantes da cidade, aproximação com a prefeitura (Guarda Municipal), aumento de efetivo e fiscalização na região central do município, além de ações especiais como a operação força tarefa em todas as regiões de Itaquaquecetuba.
“A nossa idéia é dar um tratamento especial na área central. A ideia é todo dia colocarmos viaturas especiais com o objetivo de diminuir alguns índices criminais nesse perímetro da cidade. Paralelo a isso, vamos tentar uma maior aproximação com a Acid (Associação Comercial de Itaquaquecetuba), a fim de evitar assaltos aos comércios e empreendimentos”.
Outra meta do major Caldeira é um estreitamento ainda maior com o Poder Executivo de Itaquá: “Aquela praça Padre João Álvares está totalmente deteriorada. Naquele local é possível observar jovens e pessoas mais velhas usando entorpecente. Também é visto diariamente uma forte presença de guardadores de carros. Por isso, vamos conversar com os órgãos da prefeitura como a Assistência Social para que, juntos, possamos melhorar a qualidade de vida dessas pessoas”.
Já para as áreas periféricas da cidade, o foco é apertar o cerco ainda mais contra o tráfico de drogas, roubos de motos, carros e cargas: “Vamos aumentar as fiscalizações em diversos pontos da cidade com um olhar todo especial para as motos, já recebemos a notícia que o número de vagas no pátio da cidade aumentaram e vamos apertar o cerco contra esse crime. Quero ressaltar que ao menos uma vez por semana vamos realizar operações especiais para pressionarmos ainda mais o cerco contra aquelas pessoas que realizam práticas delituosas”, enfatiza.

Perfil
O major PM Anderson Caldeira tem 44 anos e está na Polícia Militar há 27. Sempre trabalhou no policiamento ostensivo em Batalhões de Polícia Militar, na maior parte do tempo na zona leste da cidade de São Paulo (19º e 2º Batalhões).
Está há oito anos no Alto Tietê, onde desempenhou funções de Comandante de Cia PM em Ferraz de Vasconcelos (2006/2007), Suzano (2008) e Poá (2009). De 2010 a 2012 trabalhou na Cia PM de Jundiapeba em Mogi das Cruzes.

 

Fonte: Jornal Popular

Relacionadas

Leave a Comment