Polícia suspeita de represália em ataques à ônibus no Jd. Odete

itq O delegado titular de Itaquaquecetuba, Francisco Del Poente, acredita que um dos atentados a ônibus registrados entre a noite de domingo (2) e a manhã desta segunda-feira (3) tenha sido uma represália a uma morte. Três jovens foram ouvidos na delegacia e liberados em seguida.

O envolvimento dos três detidos, de 18, 19 e 21 anos, seria com o ônibus incendiado no Parque Marengo. “O ônibus teria sido incendiado em represália a morte de um colega dos rapazes durante uma intervenção policial. Um homem foi morto ontem durante uma ação criminosa. Houve uma ação da Polícia Militar e ele foi baleado”, explicou o delegado.

14560070_349505412062069_5498967767210950809_oAinda de acordo com o delegado, os dois ônibus já foram periciados, mas a polícia ainda não tem suspeitas de quem participou do incêndio ao ônibus no Jardim Odete.

Segundo empresa de transporte coletivo, os ônibus da cidade chegaram a ser recolhidos de forma preventiva, mas voltaram a circular às 6h30. Os moradores do Jardim Odete ficaram sem energia e telefone porque as chamas atingiram um poste de luz. As aulas de uma escola municipal também foram suspensas nesta manhã.

Relacionadas

Leave a Comment