Base comunitária da PM em Arujá é depredada por jovens, diz moradora

Vândalos depredaram base da PM em Arujá (Foto: Tatiane Santos/TV Diário)
Vândalos depredaram base da PM em Arujá (Foto: Tatiane Santos/TV Diário)

Uma base comunitária da Polícia Militar foi depredada no começo da noite desta quinta-feira (21), no Jardim Emília, em Arujá. Segundo moradores, jovens revoltados com a falta de segurança no bairro teriam cometido a ação como forma de protesto. Quem mora no local diz que a base existe há dois anos, mas que nunca funcionou.

A unidade policial está localizada na Rua Oscar Sphiavon. Apesar disso, segundo o autônomo José Antônio da Silva Souza, os casos de assaltos só aumentaram no bairro. “Só na semana passada foram três assaltos no bairro. Eles roubam as crianças voltando da escola, carros e motos. O bairro está muito violento. Quando cheguei aqui em 1998 não era assim”, diz. Ele conta ainda que a base nunca teve policial. “Ela está aí faz tempo e nunca funcionou. Precisamos que aumentem o policiamento aqui”, diz.

Jovens estragaram banheiro de base da PM (Foto: Tatiane Santos/TV Diário)
Jovens estragaram banheiro de base da PM
(Foto: Tatiane Santos/TV Diário)

A parte de dentro da base ficou bastante destruída. A porta foi arrombada, todas as janelas quebradas, a pia e o vaso do banheiro completamente danificados, além da placa da rua derrubada. O muro também foi pichado.

A ajudante de cozinha Maria de Oliveira, diz que viu o vandalismo na base. Ela conta que por volta das 18h, um grupo de cerca de seis adolescentes pulou a grade depois de começar um protesto na rua por conta da insegurança. “Eu chamei a polícia quando eles pularam para dentro. Eles estavam de uniforme e começaram a queimar placas na rua para protestar por conta dos assaltos. Mas aí eles resolveram invadir a base”, lembra. “Estamos revoltados com a insegurança. A base nunca funcionou. Sempre fica fechada”.

Fonte: G1 Mogi das Cruzes

Relacionadas

Leave a Comment